“Nós hipotecamos o mundo” – Zigmunt Bauman

Saudações.

e

Na primeira parte desta entrevista (já “antiga”), creio que o sr. Bauman tenha um tanto quanto subestimado o caráter étnico das revoltas londrinas de 2011 que não foram somente/simplesmente retaliações de “consumidores desajustados” para com a “Sociedade de Consumo” – só isto, meio que “aliviava” a barra dos vândalos sob a ótica da justiça social. Mas enfim, não deixa de ser uma entrevista interessante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s